O blog
Dizem que falar aos cotovelos é ruim. Dizem que expressar opinião é ótimo, em alguns casos. Unindo ambas as coisas essa pequena garota irá tentar defender as suas próprias opiniões rebeldes e muitas vezes sem causa, de coisas cotidianas, valhas ou às vezes inúteis; passando o tempo aqui, vendo as horas voarem e digitando descontroladoramente palavras aleatórias, porque isso sim é de sua estranha natureza.

Quem
Gabriela Andrade, uma senhorita com 23 anos vividos de misturas sentimentais, questões polêmicas, questionamentos insanos e utópicos sobre o mundo, englobados em torno de muitas confusões. Anseia por um futuro melhor, mas se saberá o que será do temido e exasperado amanhã?

Arquivo
06.09 / 07.09 / 08.09 / 09.09 / 10.09 / 11.09 / 12.09 / 01.10 / 02.10 / 03.10 / 04.10 / 08.10 / 09.10 / 10.10 / 11.10 / 12.10 / 01.11 / 02.11 / 03.11 / 04.11 / 05.11 / 07.11 / 08.11 / 09.11 / 01.12 / 02.12 / 03.12 / 04.12 / 07.12 / 09.12 / 03.13 / 07.13 / 11.13 / 01.14 / 01.15 / 02.15 / 03.15 / 07.15 / 01.17 /


Da poesia que nos pinga
Comentários (6) // sexta-feira, 1 de julho de 2011

O céu que chora chuvas
desfragmenta-se em gotas,
partículas de um viver líquido
em seu passado-presente temporal.

A gota que se choca
no guarda-chuva preto
choca-se duplamente

pela desfragmentação de sua essência
e pela incongruência do agente que
não guarda, desfragmenta

como se derrotada
como se vencida
em seu leito de chão

como se esquecera
de que tudo na vida
pode ser
desfragmentado
em versos

tornando-se
de gota em gota
a mais bela das
poesias.


(Davi Drummond e Gabriela Andrade)

Marcadores: , ,